GUINE-BISSAU, REDE ELÉTRICA PÚBLICA FOI ATACADA POR...

Guiné-Bissau
Rede elétrica pública foi atacada por «organizações criminosas», garante diretor da EAGB

Os cortes de energia elétrica nos últimos dias na capital da Guiné-Bissau devem-se à ação de «organizações criminosas», acusou o diretor da Empresa de Eletricidade e Águas da Guiné-Bissau (EAGB), René Barros.

«O sucesso verificado na reposição de energia em todos os lares de Bissau terá incomodado muita gente, o que leva a empresa a acreditar que estas avarias constantes e inexplicáveis estejam mesmo ligadas a organizações criminosas ainda não identificadas», referiu René Barros, em comunicado.

O fornecimento regular de energia elétrica e água canalizada na maioria dos bairros de Bissau passou a ser garantido em permanência desde o mês de dezembro, depois de mais de uma década de escuridão.

Nas últimas três semanas, porém,o fornecimento da eletricidade tem sido alvo de cortes repentinos, que já chegaram a deixar toda a cidade de Bissau às escuras durante largos períodos de tempo.

Commenti